sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Se preparando...


A essa hora está todo mundo se preparando para a chegada de um ano novo. E olha que essa preparação já começou a um certo tempo! Conheço gente que começou a se preparar a mais de um mês. Comprando roupas, sapatos, organizando a festa deste dia, arrumando a casa... enfim, fazendo o que podia para começar o ano com uma bela festa! Tudo isso se faz com muita ansiedade e expectativa. Todos querem estar prontos quando "o ano virar", embora não saibam se vão estar vivos daqui pra lá. É ou não é verdade?
Se é assim, por que as pessoas não se preparam para a vinda de Jesus? Não deveria haver um desejo de estarem prontas para O Grande Dia? Não sabemos quando Ele virá, mas Ele virá. Então, preparemo-nos!
Preparemos nossa vida, santifiquemo-nos, deixemos nossas vestes limpas para participarmos Da Grande Festa!!!!
E essa, sim, será A Festa!!!! Você não vai perder essa, vai?

Por Juliane Pontes

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Já dizia Freud...


"Como fica forte uma pessoa quando está segura de ser amada!"
Sigmund Freud

Mas como adquirimos essa segurança de estarmos sendo amados?

Quando ouvimos a voz da pessoa amada susurrando aos nossos ouvidos...
Quando sentimos o seu toque... a sinceridade de suas palavras...
Quando comprovamos o quão bem ela nos conhece quando ela fala aquilo que estamos precisando ouvir, seja um consolo, um apoio ou uma repreensão...
Quando sentimos o conforto do seu abraço quando estamos aflitos,
a sua imensa felicidade quando estamos felizes,
e sua prontidão a qualquer momento em que precisarmos.

Pois é... Mas, para percebermos tudo isso, é necessário que estejamos constantemente com essa pessoa. Conversando sempre com ela, contando nossas ansiedades, medos, incertezas, alegrias, desejos... Isso aumenta nossa intimidade e confiança. Nos torna melhores amigos.
Então, como ouviremos a sua voz ou sentiremos o seu toque, seu abraço, se não estivermos junto a ela?
Não é assim que acontece na nossa vida espiritual também?
Para nos sentirmos bem, em paz e fortes, seguros de que somos amados por Deus, nosso Pai e amigo, é necessário que estejamos na Sua presença, sempre reconhecendo que sem Ele, nada somos. Assim, será possível senti-Lo, ouvi-Lo e nos tornamos fortes com Ele!
Caso contrário, ficaremos fracos. Não teremos força para dizer não ao pecado e nos afastaremos cada vez mais de Deus. Já que quando fazemos algo que não agrada ao nosso amigo, além de acharmos que perdemos o seu amor, temos vergonha de nos apresentarmos a ele. E assim, nos sentimos ainda mais fracos!
Mudando a frase de Freud, mas dizendo a mesma coisa:"Como fica fraca uma pessoa quando está insegura de ser amada!"

Para quem está vivendo um momento desses, não é tarde para buscar a ajuda e o consolo desse amigo fiel. É só ir conversar com Ele, reconhecer que você precisa dEle e procurar nunca mais se afastar de Sua presença! Para os que estão em Sua presença, é imprescindível, portanto, permanecer em oração, sempre conversando com nosso Pai.
Afinal, é tão bom nos sentirmos seguros de que somos amados!

Por Juliane Pontes


Sem ter o que fazer... Penso em cada coisa...


Mas é sério! rsrsr
Pensa direitinho: estamos bem atarefados, precisando de algo urgente e pedimos para alguém. A pessoa pergunta: "Quer isso para quando?" Você responde: "Quero pra já!"
Aí, no meio de tanta correria, preocupação, corre pra cá, corre pra lá... Alguém lhe pede um favor. Você responde: "Já, já eu faço."
Ah?!
Porque “já” quer dizer agora, e “já, já” quer dizer daqui a pouco?

Por Juliane Pontes

Para você



"Tranquilidade na cachola para aceitar as adversidades e aprender a lidar com as conquistas. Que a inquietude, na dose certa, nunca deixe de existir em suas vidas para que nunca parem no tempo e sempre cresçam."
Alana Sales
(Uma grande amiga)

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Não sou mais analfabeta!!!!


Há alguns meses, escrevi um texto sobre a importância de termos algum conhecimento a respeito da Língua Brasileira de Sinais (Libras).
http://agradaveleaosolhosverosol.blogspot.com/2010/02/sou-analfabeta-em-libras-e-voce.html

Pois é. Terminei o curso básico! Já dá pra desenrolar um pouquinho. kkkkk
No curso, não só aprendemos os sinais, mas também, um pouco sobre a cultura e o comportamento dos surdos. Uma das coisas que aprendi foi que já não chamamos as pessoas com deficiência auditiva de "surdos-mudos", mas apenas de surdos. Afinal, eles falam, e muito! Com as mãos e com a expressão facial e corporal, eles são capazes, muitas vezes, de expressar o que querem dizer e de forma beeem mais clara que nós, que falamos, ou melhor, que emitimos sons verbais.

Não deixe de tentar aprender um pouco dessa língua! Será enriquecedor para você.

Um fooorte abraço, professora Leane (Obrigada por tudo! Pela dedicação e pelo carinho.) e turma.
Saudades de vocês!

Por Juliane Pontes

Rest


Eu quero descansar.
Não.
Eu preciso descansar.
...
Na verdade,
Eu quero, eu preciso e eu vou descansar!

Por Juliane Pontes

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

A vida não precisa ser amarga só porque o diabético é doce!



Esse é o lema do Doce Desafio, um Programa de educação ao Diabético da Universidade de Brasília.

Esses últimos dias não tenho estado muito bem... Provas, trabalhos, cansaço (quero férias!!!), "probleminhas" da vida (graças a Deus, acho que já resolvidos)... E apesar de estar controlando bem a dieta (vocês sabem, não é que sou diabética?), não está adiantando muito no controle dos meus níveis glicêmicos.
Ontem mesmo, furei meu dedo e a glicose estava em 445 mg/dl !!! Se eu já estava estressada, fiquei ainda mais! Como é que pode? Estou comendo tudo tão certinho? Será que essa insulina estragou? - mainha disse.
Comecei a chorar. O medo de voltar para UTI... Chorei muuuito.
Inicialmente não parei para pensar que isso poderia ser consequência do meu estresse. Mas isso me afeta muuito. Não só a mim, mas, pelo que li em um email que recebi de um amigo meu, a muitos diabéticos. Ou melhor dizendo, estresse afeta a vida de qualquer um!

Quando estou mais tranquila, minhas taxas ficam ótimas.
Na verdade, estou precisando é relaxar mais. Buscar mais a Deus, pedir que Ele me acalme... Namorar (isso é muito bom!)... conversar com meus amigos... me divertir!

Afinal, "A vida não precisa ser amarga só porque o diabético é doce" (Adorei essa frase)

Por Juliane Pontes

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Ensina-me a descansar, Senhor

Descansar

Novo Tom

Composição: Felipe Tonasso

Não quero viver pensando no amanhã
Eu quero ser feliz
Dias vem e vão, não irei temer
Posso confiar em Ti
Se o futuro incerto é
Basta olhar com os olhos da fé
E descansar nos braços do Pai

[CORO]
Confiando em Tua proteção
Vou me entregar em Tuas mãos
Sei que cuidarás de mim, Senhor
ensina-me a descansar

Cada passo que eu der, seja onde estiver
Quero entregar a Ti
Cada decisão vou depor em Tuas mãos
E esperar
Se das aves Deus cuida
Sei que tenho muito mais valor
Posso esperar e descansar nos braços do Pai

Confiando em Tua proteção
Vou me entregar em Tuas mãos
Sei que cuidarás de mim, Senhor
ensina-me a descansar
Sei que cuidarás de mim, Senhor

Só em Teus braços encontro paz pra repousar
Mesmo que os temores me vençam
Vou descansar

Confiando em Tua proteção
Vou me entregar em Tuas mãos
Sei que cuidarás de mim, Senhor
Ensina-me a descansar...

video

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Plantões Obrigatórios


Todos os estudantes da área de saúde ficam bastante empolgados quando têm a chance de aplicar a teoria na prática. Somos obrigados a pagar plantões em alguns hospitais. Muitos só focam o aprendizado científico e não atentam para um importantíssimo objetivo:

"Plantões não nos ensinam apenas como sermos bons médicos na prática, mas também
a como não esquecermos de que, antes de tudo, somos todos seres humanos."

Estava pensando sobre isso... Já vi tanta coisa nesses plantões...

"Não quero ser só mais uma médica que cuida dos doentes.
Quero ser um ser humano capaz de ajudar outro ser humano que, vale salientar, tem corpo e alma."
Tá, você pode achar que isso é óbvio! Mas, entristeço-me ao ter que admitir:
Muitos médicos esquecem disso e tentam tratar só os problemas físicos...
Pois é. E o paciente continua mal...
Os profissionais não entendem por que isso acontece, já que estão aplicando a terapêutica correta.
Será?
Seria bom que eles soubessem que terapêutica tem a mesma origem grega de tocar.
Para tratar o ser humano que sofre de alguma enfermidade é preciso
tocá-lo, ou seja,
ouvi-lo, olhar nos seus olhos e fazê-lo sentir-se confiante de que faremos o máximo para ajuda-lo, para aliviar sua dor.

Por Juliane Pontes

domingo, 17 de outubro de 2010

Aleitamento Paterno


Todos sabemos a indiscutível importância do aleitamento materno para os bebês. Nenhum outro alimento, por mais bem elaborado que seja, substitui essa tão rica solução natural do seio materno. Ela protege a criança contra infecções, alergias, garante crescimento e desenvolvimento saudáveis, já que é rico em todos os micro e macronutrientes necessários para este fim. Além desses benefícios e muitos outros, o ato da amamentação garante uma relação mãe-bebê bastante íntima, fortalecendo assim a confiança que o bebê tem pela sua genitora, fazendo com que ele se entregue totalmente a ela, deixando-se ser cuidado.

É assim que eu quero me relacionar com meu Pai! Quero estar em seu seio de amor, me alimentando de sua Santa Palavra. Desejando afetuosamente, como menino novamente nascido, o leite racional, não falsificado, para que com ele eu cresça na salvação. (1 Pe 2.2) Protegida contra contra os "alérgenos" e "micróbios"(falsos mestres) que tentam destruir nossa imunidade espiritual com seus discursos que distorcem as Palavras do nosso Mestre.

Estando assim bem alimentada, através de constantes leituras e meditações nas suas santas escrituras, estarei bem cuidada! E não há melhor cuidador, nem melhor lugar para se estar, do que os "seios" de Papai.

Por Juliane Pontes

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Amor, amor, amor...


É. Essa á a palavra do momento, pelo menos para mim.
Eu nunca tinha ouvido falar tanto sobre ele,pelo menos da forma que tenho ouvido nos últimos dias...
Opiniões de amigos blogueiros.
Confissões de dúvidas interiores. "O que é o amor? Eu amo? Ou não amo? Como saber se amo? Em quanto ele chega? O amor se constrói, eu sei. Mas, como?..."
Experiência própria! Ahhhh, como é bom senti-lo.
Enfim.

Então, resolvi meditar, mais uma vez, no texto bíblico de I Coríntios 13. Meditem também:

"Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;

Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta...

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor."

Agora pense: Quem é o único que realmente exerce, "ao pé da letra", esse amor? Jesus Cristo.

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."

Nós também amamos. Mas, por maior que seja a intensidade do nosso sentimento, nunca amaremos alguém tão perfeitamente como Ele nos ama.

Às vezes não sabemos esperar, suportar, esquecer nossos interesses... Mas não desistamos de tentar pô-lo em prática, para com aqueles que amamos, daquela forma em que nos foi aconselhada. Não esquecendo, porém que devemos AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS.

Por Juliane Pontes

Dois meses!

Desculpem-me, caros amigos, por tanto tempo sem escrever nada.
"Andei" pensando no porquê, mas não encontrei justificativas...
Foi só preguiça mesmo.
Mas,
estou de volta!

Juliane Pontes

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Pensando em você


"Saudade é aquele suspiro profuuuundo quando a gente está pensando em quem está lá."
Juliane Pontes

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Assim fica difícil...


Sexta-feira, quando entrei no ônibus, havia uma jovem falando do amor de Deus. Sentei-me e estava a ouvi-la. Então, passados uns dois minutos, entra um cantor de música sertaneja, daquelas de "dor de cotovelo", para mostrar o seu trabalho, cantando, e tentar vender seus CD's. Isso, enquanto a jovem falava.
Daí, não tinha transcorrido três minutos, entra um homem desempregado, contando sua triste história de vida e pedindo ajuda. Enquanto os outros dois já estavam a verbalizar, uma a falar e o outro a cantar.
Imagine: Três pessoas. Todas falando ao mesmo tempo! Todas olhando para você, pedindo a sua atenção. Será possível?! Onde está o respeito ao próximo? Não podia um ter esperado o outro terminar de falar?
Assim fica difícil...

Por Juliane Pontes

Porque Ele é digno e ponto.


Eu não sei, mas, por vezes, me parece que as pessoas fazem determinadas coisas apenas para cumprir um "roteiro" de um bom cristão, esquecendo-se de serem verdadeiros adoradores. Eu não gostaria de estar dizendo isso, mas é a mais pura verdade.
Entristece-me deveras ver que muitos cristãos vão aos cultos frequentemente, mas... o que fazem ali? Tá. Estão no culto, mas não estão cultuando de fato. Cantam, mas não louvam ao Senhor que é digno de toda honra e toda glória. Fazem pedidos em suas orações, mas falta-lhes fé. Além disso, esquecem-se de que, numa oração, devemos glorificar-Lhe, agradecer-Lhe por inúmeras bençãos, as quais é impossível contar, interceder pelos nossos irmãos, amigos, pelas vidas sem Cristo...
Por causa disso, dessa perceptível "frieza" em alguns, há outros que tentam avivar os cultos com seus movimentos e gritarias. E não é assim que as coisas vão mudar, que veremos um povo renovado.
Devemos orar com fé para que o Espírito Santo esteja em nós.
Devemos ler a Bíblia, mas não apenas para dizer: " Eu já li toda a Bíblia." Não! Devemos ler as Escrituras sagradas com cuidado, meditando, guardando o que Deus quer passar para nossas vidas. Afinal, a Bíblia não é um livro qualquer que podemos ler às pressas e interpretar rapidamente. Há segredos que Deus só revela aos que O buscam de corpo e alma, com o coração contrito.
Ah, e quando estivermos cantando, possamos saber e sentir o que estamos dizendo, e não só jogar palavras ao vento. Que possamos dar o melhor de nós ao Senhor!
Uma outra coisa que devemos ter em mente: Não devemos fazer tais coisas apenas como forma de pagamento pelo que Ele fez, tem feito e continuará fazendo por nós. Mas, porque Ele é digno e ponto.

Por Juliane Pontes

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Não posso tirar o "tchan"


Desculpem-me os que não puderem compreender, mas se eu traduzi-se, a frase perderia aquele"Tchan!", a essência, sabe...


"LISTEN" and "SILENT" have the same letters.

Silence is sometimes the best answer.

God speaks to us in silence.


O somente é muitas vezes o bastante


"As pessoas talvez não entendam o significado de muitas palavras, mas sabem registrar um gesto de amor. Ainda que esse gesto seja somente um olhar."
Por Juliane Pontes

terça-feira, 27 de julho de 2010

Observando...



Eu estava caminhando, bem devagar, observando tudo ao meu redor... Ía à casa da minha tia.


Pensando em tudo e em nada, sabe como é?


Apesar de tudo e todos já me serem beeem familiares, a cada olhar, em um determinado ponto do caminho, diferentes sentimentos e lembranças ressurgiam, se misturavam e rapidamente desapareciam ... foi tudo na velocidade da luz!


Mas, eu pude vivenciá-los numa intensidade incrível!


Como Deus é maravilhoso e fiel. Faz tudo tão certinho.


O céu estava um pouco nublado, mas lindo. O vento frio...


Pessoas conversando, outras sérias, pensativas...


Agora, o que mais mexeu comigo sabe o que foi? Ver um senhor sorrindo, mas era sorrindo mesmo, "de com força", com uma espontaneidade não muito fácil de se ver.


Comecei a rir também, sozinha, ainda caminhando...


Depois pensei: O que as pessoas devem ter achado de mim ao me virem rindo sozinha? :P


Ah, sei lá! Não me importo! Foi tão bom.


Veja a foto dessa postagem. Mas, lembre-se: "Saber ver é sentir o que se olha."
Por Juliane Pontes




domingo, 25 de julho de 2010

Arriei!


Tentei, tentei, tentei, mas não deu! A gripe me pegou.

O engraçado é que quando as pessoas mais próximas a mim estavam doentes, o vírus não me derrubou.

Agora, que eu achava que estava livre, tô aqui arriada!


Como são as coisas... Quando você menos espera, elas acontecem. Sejam elas boas ou ruins.

Você fica ansioso ou com medo, e nada acontece.

Quando você está bem relaxado, tranquilo... O quê?! Não acredito.

É só alegria. Ou não...

A- a- aaaatchim!

Por Juliane Pontes

sábado, 24 de julho de 2010

Só isso


"O silêncio oportuno é mais eloquente que o discurso."



Dito isso, sem comentários.



Juliane Pontes

terça-feira, 20 de julho de 2010

Metamorfoses que renovam


Há muito tempo não ouvia testemunhos de mudança radical de vida, personalidade, pensamento... Verdadeiras metamorfoses.

Nossa! Como é bom ouvi-los. Renova nossa fé. Principalmente quando estamos quase "conformados" com a dureza de coração de alguns que nos cercam.

Jesus CONTINUA transformando vidas!

O inadmissível é que dizemos isso sempre, mas, às vezes (quase sempre), não somos capazes de usarmos a nossa fé para continuarmos orando e clamando pela transformação de almas sem Cristo... Parece que esquecemos da grandeza do nosso Deus.

Pensei isso... E tive vergonha.

Mas, Deus, por Sua infinita graça, tem renovado a minha fé nesses últimos dias. Glória a Deus!!!!

E é, por isso, que estou aqui, para lembrar-te o quão poderoso é nosso Deus.

Não perca sua fé! Continue clamando. No momento certo verás o agir de Deus. E ele é lindo!


Por Juliane Pontes




sexta-feira, 25 de junho de 2010

Já dizia Clarice...



Quantas vezes não nos perguntamos porquê algo aconteceu ou está acontecendo conosco?
Coisas boas ou
Ruins...
Não acreditamos que merecemos tanto, ou
achamos que é algum castigo!
Ficamos exageradamente felizes, ou
tão tristes que até parece que o mundo acabou!
Simplesmente, não entendemos NADA!
Apesar disso, estamos sempre tentando entender.
Mas, já dizia Clarice Lispector:
"Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento."
Deixe Deus agir por você.
Por mais que pareça que tudo está dando errado,
Deus tem o melhor pra você.
Espere.
Dias muuuuuito melhores virão.
(P.S. : Experiência própria. rsrsrsrsr)
Por Juliane Pontes



segunda-feira, 21 de junho de 2010

Cadeira de balanço


Preocupação, ansiedade, medo, angústia... Geralmente, tudo misturado, de uma vez só!
Você senta neles, se "acomoda" e se balança... por minutos, horas, dias...
Como numa cadeira de balanço, você se mantém ocupado, mas não vai a lugar nenhum.
Levanta dessa cadeira e aproveita melhor o teu tempo!
Afinal, há muito o que fazer.

" Não estejais inquietos por coisa alguma; antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus, pela oração e súplicas, com ação de gracas,
E a paz de Deus. que excede todo entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus."
Filipenses 4. 6,7
Lançai "sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós"
1 Pedro 5.7



Por Juliane Pontes

domingo, 20 de junho de 2010

Ahhh... é muito mais


Quem não gosta de "dar um cheirinho" em uma pessoa querida e ser cheirada por ela?
Não é simplesmente sentir perfume que ela exala naquele momento.
É muuuuuito mais que isso...
É demonstrar o quanto você gosta dela.
É tomar, para si, parte dela.

Por Juliane Pontes

sexta-feira, 18 de junho de 2010

E eu tirei!


Às vezes perdemos coisas valiosíssimas por besteira!
Quase perco uma grande amizade por um desentendimentozinho. :P
Mas, já passou, ufa! (Eu acho) Já colocamos todas as cartas na mesa.
Tinha uma pedra no meio do caminho e eu tirei!

Não deixe seus amigos irem embora. Regue o jardim da amizade, converse, diga o que incomoda, ouça a opinião deles, considere-as e reconciliem-se. É muito melhor assim, para ambas as partes. :)

Por Juliane Pontes

Como dosar?


Sempre fui sincera. E não quero deixar de ser. Mas...
"Pouca sinceridade é uma coisa perigosa; e muita, absolutamente fatal." (Oscar Wilde)
Como saberei a dose certa de sinceridade?

Por Juliane Pontes

Estava com saudades disso...


Ah, como foi bom ontem!
Eu estava estudando e, de repente, uma ligação inusitada, às 21h.
"Juli?... Tá fazendo o quê?" Traduzi e respondi à pergunta: " Podem vim, sim. Eu vou estar esperando."
Em 15 min, meus amigos estavam aqui em casa (Mone e Juninho).
Conversamos muuuuuiiiiiiiito! Fazia tempo que não conversávamos os três juntos. Cada um tem suas responsabilidades e ultimamente só temos conversado aos pares, pessoalmente ou por telefone.
Ontem foi a oportunidade! Colocamos os assuntos em dia. Falamos muita besteira, rimos bastante...
Hora de ir pra casa. Fui deixá-los no portão, estava chovendo muito...
Mas, que despedida foi essa? Passamos mais tempo conversando na chuva do que tínhamos conversado dentro de casa! kkkkkk
Fui dormi tarde, não terminei de ler o que estava estudando, mas qual o problema?
Estava com meus amigos!

É tão bom sair da rotina. Fazer coisas que não estavam planejadas... Simples, mas de muito valor.

Por Juliane Pontes

segunda-feira, 14 de junho de 2010

BLÁ-BLÁ-BLÁ...


Falar, falar, falar e não agir não adianta! Ficar dizendo que vai vai fazer sem "se mover"... São só palavras.
Palavras sem atitudes são vazias.
Quer melhorar algum comportamento de sua vida? Mude de atitude!
Quer melhorar finaceiramente/materialmente? Estude, se esforçe!
Quer parar de repetir determinado erro? Tente outro caminho! Fuja dele!
Não fique só esperando um milagre acontecer! Sabemos que Deus faz milagres sim. Mas em muitas situações Ele também quer que ajamos! Reflita no que diz a Sua palavra (e ponha em prática as suas diretrizes):

"Ó preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono? Vai ter com a formiga, ó preguiçoso?" (Provérbios 6:9,6)

"Resisti ao diabo e ele fugirá de vós." (Tiago 4.7)


Ore, busque a ajuda e a presença marcante Dele em sua vida e, é claro, faça a sua parte.
Não é fácil. Mas, se vemos o testemunho de muitas pessoas que conseguiram vencer todas as dificuldades, por que você não pode?

"Deleita-te também no Senhor e Ele concederá o desejo do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele e Ele tudo fará." (Salmos 37. 4,5)

Confie Nele, nunca se esqueça de Sua palavra, ore e aja!
Aí sim, você e todos veremos a abençoada mudança em sua vida.

Por Juliane Pontes

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Seja alterado!



Estava lendo uma das postagens do Blog Novo Evangelho - "O evangelho simples, sem jugo e eficaz"(http://novoevangelho.blogs.sapo.pt/21313.html) e fiquei impressionada com tanta ignorância com relação à Palavra de Deus. Esse povo é mesmo seguidor de Cristo? Acho que estão esquecendo de ler a bússola que nos guia pelo único caminho que nos leva ao céu...
Tá, tudo bem que a Revista Veja (ohhh) afirmou que os jovens evangélicos são diferentes. Mas diferentes só porque não bebem? não fumam? não fazem sexo antes do casamento?
"A diferença entre os jovens evangélicos e a maioria dos jovens é que suas festas são sem álcool, o namoro é sem sexo e as roupas sem exageros." Só isso?! Há também muitos, ou melhor, alguns jovens não evangélicos que se comportam dessa mesma forma. E então? Onde está a diferença entre ser ou não ser cristão?
Uma das definições de diferente é alterado, mudado. (minidicionário Luft)
Acho que as pessoas esqueceram disso...

Não queiramos ser "diferentes" apenas por isso! Desejemos que a luz de Cristo possa ser vista em nós. Que possamos ser reconhecidos como filhos Seus pela fé, mansidão, temperança, benignidade, paz, longaminidade, bondade, pelo gozo e pelo amor! Os frutos do Espírito! Que andemos nEle e não cumpramos as concuspicências da carne. (Gl 5.16)

Além disso, quem está verdadeiramente em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas se passaram, eis que tudo se fez novo. Tudo. Deus nos dá uma nova vida, somos transformados para andarmos conforme a Sua Palavra. Somos alterados pelo Espírito Santo! Aí sim, somos diferentes!
Estamos vivendo pela graça? Sim, estamos. Mas, devemos saber usar a liberdade que nos foi dada.
"Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis, então, da liberdade para dar ocasião à carne..." Gálatas 5.13
Ir a baladas como o mundo?
Beijar à vontade: um hoje, outro amanhã? Isso é obra da carne.
Não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim!

Outro ponto: "Hoje as pessoas querem ouvir palavras de conforto e restauração... Tenha em mente que Deus que sempre o que é melhor para você.... se seu melhor é isso... faça!"
Como verdadeiros cristãos, devemos estar sujeitos à potente mão de Deus. O que Ele quiser nos dizer, devemos receber de coração aberto. Às vezes, não é muito fácil, pois achamos estar perdendo alguma coisa. Mas, se esperarmos pacientemente pela Sua vontade, veremos que o que Deus tinha para nós era muuuuuiiiiiiito melhor! Sem falar que, também precisamos de repreensão. Pois, Deus corrige aquele a quem ama. Ele é amor, mas também é justiça.
E outra coisa: "Se seu melhor é isso... faça!" hã? Não é bem assim...
Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas me convêm! Podemos nos divertir sim, mas não como o mundo!

Sejamos pois imitadores de Cristo! Ou você acha que Ele ía para as "baladas da época"e se comportava como os gentios?

Por Juliane Pontes











sexta-feira, 21 de maio de 2010

E você? O que pensa?


Estava hoje conversando com um amigo, e durante a conversa ele falou: "Prefiro confiar naquilo que ouço a confiar no que vejo."

Fiquei pensando...

Eu discordo: Quantas vezes as pessoas falam algo que não querem dizer, e nós percebemos isso olhando bem para elas? Se não estivesse olhando para seus gestos, desvio do olhar, variações na cor da pele... você não decifraria o que ela, na verdade, tentou camuflar.

Prefiro confiar naquilo que vejo.


Obs: Isso com relação ao comportamento humano. Nunca vi (literalmente) Deus, mas confio nEle.


Ah, e se você, caro leitor, tiver uma opinião diferente da minha, por favor comente esse post.

Defenda sua idéia.

Afinal, é sempre bom discutir.


Por Juliane Pontes

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Derrube a barreira!




Na faculdade, temos uma disciplina chamada "Desenvolvimento Pessoal e Profissonal". O seu objetivo é para que nós, estudantes, aprendamos como lidar com nossos pacientes futuramente. Que os tratemos, não como simples corpos portadores de alguma doença que precisa ser curada, mas, como seres humanos que necessitam de ajuda.


Bom, enquanto preparava o relatório de uma conversa que tive com L.C ,23 anos, percebi uma atitude minha que me intrigou um pouco. Foi difícil reconhecer isso, mas...


Em minha primeira visita, assim que cheguei ao quarto da minha paciente para conversar com ela e sua acompanhante, esta me perguntou se eu queria sentar em sua cadeira. Só que...




"Fiquei em pé mesmo, durante toda a conversa, com a bolsa e a pasta sobre meu corpo."




Depois da visita, estive analisando essa minha atitude e fui capaz de criar duas justificativas para ela:


1)Eu não iria deixar a acompanhante em pé.


2) Como eu não tinha muitas idéias sobre o que conversar (afinal, era meu primeiro contato com pessoas desconhecidas), preferi ficar em pé, porque seria mais fácil ir embora “se o silêncio chegasse”.


Tentei, ao máximo, racionalizar minha atitude, e me detive, por um bom tempo, na primeira justificativa. Afinal, ela era muito mais lógica e aceitável, do ponto de vista moral, para explicar meu comportamento, cujo motivo verdadeiro é quase imperceptível.


A "verdade verdadeira" mesmo, é que eu estava muito apreensiva e estava tentando me defender de uma possível rejeição...


Quantas vezes já não agimos de forma semelhante em nosso dia-a-dia?


Mas isso é normal. Não se preocupe. O ruim é não reconhecer essa "falha" e continuar interpondo uma barreira enquanto tenta se relacionar com outra pessoas.




Obs: A acompanhante tinha onde sentar.


Na segunda visita, graças a Deus, tive a oportunidade melhorar minha atitude. Sentei-me, coloquei-me mas à vontade, e a conversa fluiu tão bem, que nem percebemos o tempo passar...




Por Juliane Pontes






sexta-feira, 7 de maio de 2010

Intraduzíveis



Não sei defini-lo com clareza... Ou melhor, defini-los.

São tantos pensamentos e sentimentos

Um comboio deles.

Atropelando-se uns nos outros,

Complementando-se...

Amor, amizade, ternura, admiração, indagações, certezas...

Dificílimos e, ao mesmo tempo, fáceis de explicar

mas, que,

quando se tenta traduzí-los para a linguagem humana...

Ô nó que dá!

Eu, aqui, tentando transcrevê-los

Olhando para a tela do computador

Escrevendo e apagando

"Assim não..."

"Acho que assim define melhor o que estou sentindo"

Não adianta...

Quando transcritos, de inúmeras diferentes formas

parecem completamente sem sentido, irreais!

Mas, parando-se para sentí-los,

são totalmente reais...

...

...

É,

eu não vou conseguir dizer-lhes como são.

São intraduzíveis...


Por Juliane Pontes




quarta-feira, 5 de maio de 2010

Como sempre


A palavra de Deus é verdadeira!
"Todo aquele que crê não será confundido"

Romanos 10:11


Eu estava na internet, fazendo uma pesquisa, não lembro sobre o quê, e vi essa palavra: LOGOSOFIA. Aí, como sou um pouquinho curiosa, apesar de ter muito o que fazer, fui atrás desse tema.


Pareceu-me algo interessante: "A logosofia apresenta-se como uma ciência nova e concludente, por dar a conhecer um método e um conjunto próprio de disciplinas que levam o homem ao conhecimento de si mesmo, dos semelhantes, de Deus, do universo e de suas leis eternas... convida o homem a realizar um estudo pleno de sua psicologia."


Em suma, essa ciência baseia-se no autoaperfeiçoamento do indivíduo, admitindo que a crença nos impede de evoluir conscientemente, ou seja, de melhorar a si mesmo e à humanidade por meio do conhecimento logosófico, dentro de cada indivíduo e no respeito às leis universais e às de Deus. Tudo muito bonitinho...


Enquanto lia, percebi uma certa contradição nessa doutrina... Seu fundador, Bernardo Gonzaléz Pecotche, escreveu: "Crer produz certo grau de inibição mental que entorpece e até anula a função de raciocinar"


Espera aí, deixa eu ver se eu entendi: Essa doutrina leva o homem ao conhecimento, dentre outros aspectos, de Deus, certo? Para se conhecer algo ou alguém, é necessário que nos aproximemos do alvo, certo? Mas ,a palavra de Deus diz: "... é necessário que aqueles que se aproximam de Deus, creia que Ele existe..." Hebreus 11:6

E agora? A logosofia, que "respeita as leis de Deus", fala que o homem, a partir do entendimento dos seus textos, conhecerá melhor a Deus, mas diz que crer produz certo graus de inibição mental. Como conhecer a Deus sem crer que Ele existe?


Que estejamos sempre atentos às doutrinas dessas novas ciências que, aparentemente, surgem para o bem da sociedade, para uma profunda transformação pessoal, a fim de nos tornarmos seres aperfeiçoados por nós mesmos e, assim, ajudar aos outros. Mas, que escondem, com uma fina sutileza, a sua descrença Naquele que é O Mestre dos mestres no que diz respeito ao aperfeiçoamento pessoal/coletivo.


Por isso, está escrito na Santa Palavra de Deus: Todo aquele que crê não será confundido. Por quê? Porque cremos verdadeiramente nEle, temos nossa fé firmada, pensamos (o que revela altíssima atividade mental!) com ampla função de raciocínio , e percebemos quando o inimigo tenta nos enganar!


Então, creia e não seja confundido!


Por Juliane Pontes




sábado, 1 de maio de 2010

Deixe essa idéia martelar em sua cabeça!



Recebi um email ontem: "45 atitudes que farão diferença em sua vida"

E uma dessas 45 atitudes permaneceu por mais tempo em minha mente.

Ía embora e, de repente, a idéia estava martelando em minha cabeça de novo.

Hoje, acordei, e tomando o meu café da manhã, a idéia veio à tona mais uma vez: "Concorde em discordar!"

Esqueci.

Liguei o computador para estudar e... precisa dizer? Não, né? Tô aqui escrevendo.


Muitas pessoas, para manterem uma relação "harmoniosa" com aqueles que amam, concordam em tudo!

Vamos fazer isso? Vamos.

Eu acho melhor a gente mudar isso. Eu também.

Vou comprar esse vestido...não é lindo? É.


Pare de só concordar e comece a responder! Diga o que você quer! Se expresse. Ponha "as cartas sobre a mesa". Fale o seu ponto-de-vista. Ouça os do(s) outro(s). Eu garanto que as pessoas que você ama, também amam você e não vão ficar chateadas. Vocês irão apenas trocar idéias, conversar e entrar em acordo. Decidir o que é melhor para que ambos se sintam bem, à vontade, e façam algo porque realmente querem fazer e não apenas para agradar.


Ah, e para discordar, não é necessário ser grosso(a). Fale com jeitinho. Ser sincero(a) é sempre a melhor postura. Sempre. Se você discordar, vocês podem até vivenciar algo melhor do que havia sido sugerido! Isto sim, é estar relacionando-se harmonicamente: Você e ele(es) tomando decisões juntos! Não esqueça isso.


Discorde e entre(m) em acordo.


Não finja que está de acordo, o(s) outro(s) percebem e acaba desgastando a relação.


"Porventura estarão dois (ou mais) juntos se não estiverem de acordo?" Amós 3.3


Discorde (quando necessário, é claro. Nem sempre você tem uma opinião/desejo diferente) e continue junto de quem você ama por muuuuiiito tempo.


Então: "Concorde em discordar." Deixe essa idéia martelar em sua cabeça!


Por Juliane Pontes

domingo, 25 de abril de 2010

Eu não quis dizer isso...


DIZEM QUE A PALAVRA É METADE DE QUEM A PRONUNCIA E METADE DE QUEM OUVE... EU ESTOU COMEÇANDO A ACHAR QUE ELA É TODA DE QUEM OUVE...
Já havia acontecido isso algumas vezes, mas nessas últimas semanas tornou-se mais frequente...

Eu falo uma frase que pode ser entendida de duas formas.

A chance de eu estar me referindo ao "lado bom" é de 99% e ao "lado ruim" (com ironia, ou indireta, orgulho...) 1%.

Não é que as pessoas que me ouvem escolhem o pior sentido?!

"Não foi isso que eu quis dizer, pessoal!"

Mas, aí já é tarde! Não dá pra tentar me explicar.

Ninguém me ouve...

Está todo mundo rindo. "Olha, pra Juju!" "Juju, nunca imaginei ouvir você dizendo isso!"

Eu não falei nada demais. A frase era tão normal...


JÁ ACONTECEU ISSO COM VOCÊ?

SERÁ QUE É PORQUE NÓS NÃO ESTAMOS SABENDO COMO EXPRESSAR COERENTEMENTE NOSSOS PENSAMENTOS ?

OU

SÃO AS PESSOAS QUE, PARA SE DEFENDEREM DA ÓPTICA DO MUNDO SOBRE O QUE ELAS PRÓPRIAS PENSAM, PROJETAM SEUS PENSAMENTOS E REFLEXÕES SOCIALMENTE "ABSURDOS" EM NÓS, TENTANDO NOS ENVERGONHAR?

domingo, 18 de abril de 2010

Conversando com meu melhor amigo.


Senhor, peço-Te que continue segurando minhas mãos

Guiando os meus passos

Ensinando-me cada vez mais de Ti...

Que o Teu Santo Espírito não se afaste de mim

pois preciso Dele para continuar minha jornada...

Oh, Pai

Livra-me das tentações

Dá-me forças para vencê-las

Mas, se um dia eu cair, levanta-me.

Renove as minhas forças,

e me ponha em Tua presença mais uma vez.

Quero ser sempre um vaso de honra em Tua casa.

Quero permanecer aos Teus pés,

nos Teus braços,

servindo-O e adorando-O

Por todos os dias da minha vida.

Pois só Tu és digno do meu louvor e da minha adoração.

Por Juliane Pontes


domingo, 11 de abril de 2010

Sem saber o que dizer....


Tô tão feliz!

O trabalhar de Deus tem sido tão lindo na minha vida!

Foi tudo tão rápido.

Até eu não acredito!

Só tenho a agradecer pela pessoa que Ele colocou no meu caminho.

Servo de Deus, fiel (isso é muito importante)...

e outras características que me cativaram.

Faltam-me palavras para agradecer-Lhe por tudo!

Mesmo assim,

eu continuo pedindo a Papai que continue nos abençoando.

Eu estou em Suas mãos.

Quer dizer, nós estamos.

Caminharemos juntos,

na presença de Deus,

trabalhando para Ele

e seguindo a Sua palavra.

Um ajudando ao outro. Aconselhando...

Incentivando...

Brincando...

Rindo...

Chorando...

Adorando e louvando ao Senhor!

Obrigada, Pai, por essa chuva de bençãos!

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Vigiar e orar constantemente!!!!!!!


Pois é, meus amigos. Isso é muuuuuiiiito importante!

Bem, eu não sou muito de sempre dar créditos aos sonhos não, mas alguns são realmente avisos divinos. Um amigo meu teve um sonho comigo e outro "amigo" nosso. Ele me falou que não era muito bom e que esse "amigo" tentava me afrontar, me intimidar por causa da "minha religião" (é assim que ele se refere ao fato de eu ser uma fiel seguidora de Cristo). É. Mas Jesus já nos previne com relação a isso em sua Palavra, quando diz que seremos perseguidos por causa do Seu nome. Mas...Voltando ao sonho. Quando meu amigo terminou de me contar, conversamos e concordamos: "Temos que orar mais e vigiar mais!"

Não demorou muito, e não foi a pessoa do sonho, mas outra quem começou a tentar nos intimidar por não querermos nos juntar a algo que não nos é lícito. Confesso-lhes que não é tão fácil manter nossa posição, ou melhor, manter nossa posição com firmeza e convicção de forma contundente, mas serena. Pois há coisas que se tentarmos explicar para os que estão fora dos caminhos do Senhor, eles não entenderão e ainda pode gerar contendas. E não é isso que queremos. Por isso, devemos estar preparados pra enfrentar tais situações pela graça do Espírito Santo. Ele, sim, pode e nos ajudar a nos mantermos firmes em nossas convicções, mantendo a paz com todos, porém sem nos "unirmos" (se é que vocês me entendem) àqueles que não andam em Sua vontade.

Deixo-vos, portanto, essa mensagem: Vigiem e orem sempre! Pois em simples situações cotidianas o inimigo de nossas almas pode tentar nos afrontar. Mas estejamos sempre sob a vontade de Deus, e o Espírito Santo nos fará vencer. "Porque, o maior é O que está conosco do que o que está com eles."

Por Juliane Pontes

sábado, 3 de abril de 2010

Não sei por que...


Deu vontade de escrever sobre um importante marco da minha vida... Não sei por que agora, hoje, mas... Sei lá... Cada vez que conto isso pra alguém me emociono, sempre!

Tudo bem. Você que já me ouviu contar, pode dizer que não me viu chorar quando lhe contei, mas pode ter certeza que eu me arrepiei todinha. Eu fico tão feliz em poder contar! Afinal..., se eu estou contando, é porque estou viva! Glória a Deus!

Foi em julho de 2006. Eu fazia cursinho preparatório para vestibular. Aí já viu, né! Aula todo dia, o dia todo fora de casa, estudando muito, estresse... E esta última palavrinha foi uma das justificativas dadas pelos médicos ao meu problema de saúde. Eu estava com diabetes! Não acreditei. Eu com 19 anos, ninguém da minha família é diabético, ninguém, ninguém,ninguém. (Pelo menos todos que conseguimos resgatar na memória!) Mas, enfim, foi esse o diagnóstico. Para vocês terem uma idéia, eu cheguei a perder uns 10 kg em uns 4 dias! Sem contar com os que eu já tinha perdido antes. Fui ao médico, e a "médica" que me atendeu, sem fazer nenhum exame (físico, complementar, nada!) me mandou tomar uma vitamina GLICOSADA! Disse que eu estava fraquinha, só isso. Fui para casa e segui suas recomendações. Piorei! Voltei para emergência e a partir daí não lembro de mais nada com clareza! Só o que me contaram. Quase estive em coma! Colheram meu sangue, e enquanto o resultado não saía... administraram soro GLICOSADO em mim! Pronto! Quando o resultado do exame chegou, arrancaram o tubo de sangue da minha veia e tomaram as devidas providências. Minha taxa de glicose estava em quase 800 mg/dL (normal: 70 - 110). É verdade! Ninguém no hospital entendeu como eu não já tinha morrido!(não que essa fosse a vontade deles, é claro. rsrsrsrs) Fiquei uns dias na UTI. Minha mãe falou que eu vivia me despedindo de todos! Não lembro.

Os dias que fiquei na UTI foram ótimos e péssimos. Ótimos porque conheci muita gente, médicos, enfermeiros, serventes... (é que, apesar de já ter saído do estado do "pré-coma", continuei na UTI para ajustar minhas taxas de glicose que continuavam altas.) Mas eu podia conversar, rir , brincar... Mas, às vezes, estavam todos ocupados ao mesmo tempo, e aí eu ficava sem ter o que fazer, acordada... Era péssimo. Dava sempre vontade de chorar. Eu pensava nas pessoas importantes pra mim. Pensava que eu poderia ter morrido sem ter dito pra algumas delas que as amava. Pensava como elas iriam sofrer com a minha perda (modesta, não?). Mas, eu pensava mesmo e ficava ainda mais triste em pensar na tristeza que lhes causaria.

...

Bom, mas isso me trouxe uma grande lição: Eu aprendi a aproveitar mais cada momento com aqueles que amo! Brincar, abraçar, sorrir, demonstrar (ainda que não com palavras) como é lindo e puro o sentimento que tenho por elas: o amor. Eu aprendi também a valorizar mais minha vida, a ver o quanto eu tenho valor diante do Deus, criador de todas as maravilhosas coisas! E se eu estou viva hoje, é porque Ele quis, e tem algo imensuravelmente grandioso para mim. Sendo assim, eu só tenho a agradecer-Lhe: vivendo em Sua presença, por Ele e para Ele. Tudo que eu tenho e faço é Dele. Sem Ele, eu não estaria aqui agora, escrevendo pra vocês.

Por isso, meu MAIOR desejo é permanecer em Sua presença todos os dias da minha preciosíssima vida! Obrigada, Pai!

É....E voltando ao início... deu vontade de escrever isso e não sei por que... só sei que foi assim...

Por Juliane Pontes

quinta-feira, 1 de abril de 2010

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

MINHA VIDA: UM LINDO TAPETE!


Desde que fui formada
Minha vida é manual e cuidadosamente tecida
O tapeceiro tece um fio pra cá

Puxa um fio pra lá
Dá um nó aqui, outro ali

Mas Ele sabe exatamente o que está fazendo

Sabe o final da obra antes mesmo de ter começado o projeto

Se visto pelo avesso

Nossa que bagunça!

Milhões de desvios, aparentemente sem sentido

Em diferentes posições, diferentes ângulos

Mas todos cooperando para o meu processo de construção

Agora vire e olhe o lado certo

É. É uma linda obra de arte!

Diversas cores

Vibrantes e nubladas, lado a lado

Mas que dão ao tapete

Um efeito extraórdinário de beleza.

A minha vida é assim: um lindo tapete em contínua tecelagem

E o tapeceiro ( a Ele toda honra e toda glória) é Deus.

Ah! Quão bom é estar em Suas mãos!

Por Juliane Pontes

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

"AMANHÃ É OUTRO DIA!" Será?


Eu estava conversando com minhas primas na cozinha, estávamos fazendo um lanchinho antes de dormir. Terminamos de comer, limpamos a cozinha e apagamos a luz.
Aí uma delas falou: "Agora eu vou dormir, porque amanhã é outro dia!" Na hora rimos e dissemos: É claro que amanhã é outro dia, né 'inteligente'!
Mas, quando eu deitei na cama, pensei: " Amanhã pode ser o mesmo dia..."
Muitas pessoas usam essa expressão, mas, para a maioria delas, todos os dias são os mesmos dias.
Acordam, tomam banho, comem, escovam os dentes, saem para e escola/trabalho/faculdade, voltam, ..., ...., ....
No outro dia é a mesma coisa. Na mesma ordem. É como se o dia fosse repetido. Hoje é ontem de novo. Até as pessoas com as quais se comunicam são as mesmas! Nunca chega o amanhã de verdade!
Não deixe que isso aconteça com você! (Digo isso primeiramente pra mim!)
Mude a ordem das coisas!
Faça coisas diferentes!
Fale com amigos diferentes. Ligue hoje pra um; amanhã, pra outro.
Ouça músicas diferentes (Tem músicas que você gosta que nunca mais ouviu! É claro, só ouve as mesmas todo dia!).
Assista filmes. Estude. Trabalhe. Varie seu cardápio. Escolha um novo sabor de sorvete. Esteja um dia calmo; no outro, agitado; um dia falante; no outro calado ...
É lógico que algumas coisas se repetem.
Mas, entre uma coisa e outra repetida, faça uma diferente e viva o amanhã!
Por Juliane Pontes

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

O SILÊNCIO ERA BARULHENTO




Um dia eu estava pensando...

Eu não estava num dia tão bom. Estava "na minha", angustiada, de boca fechada.

Pensei: "Que silêncio". De repente,me bateu uma curiosidade. E apesar de saber seu significado, fui procurar a palavra no dicionário.



SILÊNCIO:

1.Estado de quem se cala;

2.Ausência de ruído;

3.Sossego, paz;


Apesar dessas definições, não era isso que o silêncio parecia pra mim naquele momento.

Pra mim, o silêncio era barulhento. Milhões de vozes, pensamentos, dúvidas, certezas, alegrias, tristezas... gritavam dentro de mim.

Tudo ao mesmo tempo!

Como você pôde perceber, não havia em minh'alma sossego nem paz.

As pessoas que olhavam para mim, logo perguntavam:

"Por que essa carinha tristinha, hein?

Tá acontecendo alguma coisa?"

Ora, silêncio não é o estado de quem se cala?

Mas parecia mais é que eu estava falando, ou melhor, gritando pra todo mundo o que estava se passando em mim naquele momento.

Eu não falava nada, mas dizia tudo...

Como eu já disse, o silêncio era barulhento.


Por Juliane Pontes

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Paciência tem limite! Até pra quem tem pavio longo.


Por que pessoas estressadas não reconhecem seu estresse? E ainda por cima acham que os outros é que são estressados.... Sei não.

Eu estava a algumas semanas tentando ignorar os estresses e as reclamações sem justificativa das pessoas que me rodeiam. Aff! Reclamação se está chovendo, se está fazendo sol, frio, quente... Bate uma porta aqui. Arrasta uma cadeira ali. Falam: "Ô estresse, viu!" E eu só observando... tentando entender o que houve. Conversas e... Conclusão: Nada que pudesse justificar esses comportamentos.

Além disso, você faz, educadamente, uma pergunta e... recebe um grito mau-humorado.

Nada de respostas.

...

Você mantém sua calma, e pergunta novamente.

Outro grito: " O que é?! Você não acabou de me perguntar isso?!"

De novo. Nada de respostas.

....

Deixa pra lá.

Foi assim durante alguns dias...

Mas hoje não deu pra aguentar.

Estava deitada no sofá, lendo, calma...

Uma reclamando de um lado, sem parar de falar. Outra de outro, idem. Ambas reclamando de coisas que podem ser facilmente resolvidas. Simples assim. Sem estresse.

Mas, não. O blá-blá-blá continuou. Extravasei: "Parem com isso! Eu não aguento mais! Vocês não conseguem parar de reclamar não?! Já conversei com vocês e nada! Você não param!" E comecei a chorar.

Agora imaginem a reação delas: Elas pararam. Olharam uma pra outra. E disseram: "Calma, menina... Meu Deus, ela tá estressada... Por quê?"

Aí eu: "Hã? Eu é que tô estressada?"

Só falei isso.

Pensei: Calma, Ju. Respira fundo....

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Uma definição não encontrada no dicionário:


"A menina que roubava livros"

Que coisa doida!


POR QUE QUANDO ESTAMOS EMPOLGADOS, FALANDO SOBRE UM(A) AMIGO(A) SUPERDIVERTIDO(A), NOS REFERIMOS A ELE(A) COMO DOIDO(A)?

VOCÊ JÁ REPAROU ISSO?

VOCÊ PENSA EM ALGUM MOMENTO QUE VOCÊS RIRAM MUITO JUNTOS ... DÁ UMA RISADA ESPONTÂNEA E "DE COM FORÇA".

E ... E DIZ:

FULANO(A) É MUITO DOIDO(A)!

E CONTINUA RINDO.

ÀS VEZES, AS PESSOAS AO REDOR NÃO LHE COMPREENDEM,

MAS TUDO QUE VOCÊ QUIS DIZER FOI QUE VOCÊ AMA SEU AMIGO(A)!
POR JULIANE PONTES

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Sou analfabeta em Libras, e você provavelmente também!

Por que quando falamos "Libras" poucas pessoas sabem sobre o que estamos falando? Uma coisa tão importante como a Linguagem Brasileira de Sinais não deveria ser tão "estranha" assim.
Imagine que você esteja caminhando na rua e, de repente, um indivíduo surdo e/ou mudo tenta lhe dizer algo. Ele tenta pedir sua ajuda, mas você não entende o que ele quer dizer! E agora? Você chama uma outra pessoa... e ela também não entende nada!...
Há brasileiros que se preocupam em falar fluentemente inglês, francês, espanhol...
São poliglotas! Mas aí você pergunta: Você sabe a Linguagem Brasileira de Sinais? E ela responde que nunca havia pensado na hipótese de aprendê-la!
Eu mesma vim despertar para esse assunto ano passado. Como faço faculdade de medicina, estive pensando... Se por acaso, um dia eu estiver num PSF (Posto de Saúde da Família) e precisar atender um paciente surdo e/ou mudo, como vou fazer para entender suas queixas de saúde? Perguntar ao seu acompanhante? Vou estar tão perto e tão distante do meu paciente?
E aquela história de conversar com ele, tratá-lo pelo nome, "ouvi-lo" e tal, que torna a relação do profissional de saúde com o paciente melhor para ambos os lados por torná-la mais humana?
Não é a mesma coisa ficar o tempo todo perguntando a uma pessoa o que a outra está sentindo.
O bom é conversar olhando no olho!
Por isso, vou ingressar em um curso de Libras o quanto antes. E você deveria fazer o mesmo.
Isso não vale apenas para profissionais de saúde.
Como eu tinha falado antes, é indispensável para todos. Qualquer um pode precisar usar essa linguagem um dia.
Se inglês ou espanhol fazem parte do ensino nas escolas brasileiras, por que não ensinar aos brasileiros a linguagem de sinais?
Por que não aproximar mais as pessoas?

Por Juliane Pontes